O processo de Serigrafia

A serigrafia, também conhecida como silk-screen, é atualmente o processo mais utilizado para estampar peças como camisetas, acrílicos, alumínio, PVC, vidro, plástico, etc. O principal motivo de essa ser a técnica predominante na indústria da estamparia é o imenso leque de opções que ela abre. Ao longo dos anos os fabricantes de tintas e demais insumos vem fazendo lançamentos de produtos inovadores que estão dando novos ares ao já centenário silk-screen.

Abaixo descrevo para você as etapas deste processo secular, pois acredito que todo designer deve ao menos ter noção de como suas criações são estampadas em roupas e afins.

1º Desenho

Tudo começa com o trabalho do designer, que geralmente junto com o estilista da peça estuda qual será o estilo da estampa, as cores, o tipo, os efeitos, a localização, etc. Baseado neste planejamento o desenhista / designer criar o desenho da estampa, que nesta parte do processo é chamada de arte.

2º Separação / seleção de cores

A arte (ou design, se preferir) é criada geralmente em softwares de ilustração vetorial como o Coreldraw e o Illustrator. Depois de pronta deve ser feita a separação de cores, pois a serigrafia exige que cada cor seja gravada em uma matriz diferente, para que, quando estampadas todas juntas formem a figura colorida.

 

3º Impressão de fotolitos / negativos

Agora é chegada a hora de imprimir os fotolitos (também chamados por alguns de negativos, vegetais, poliéster, etc). A qualidade da separação de cores e dos fotolitos vai influenciar diretamente na qualidade da estampa. De nada vai adiantar uma arte bem desenhada se as cores não encaixarem perfeitamente na hora de serigrafar.

4º Gravação de matrizes

Depois de impressos os fotolitos, os mesmos são enviados a serigrafia para a gravação das matrizes. Matrizes nada mais são que quadros de metal ou madeira com uma tela bem esticada, onde é passada uma emulsão fotossensível que em contato com uma fonte de luz UV endurece onde não está o fotolito, permitindo assim a revelação da arte do fotolito na matriz.
No vídeo abaixo você pode o laboratório de gravação de matrizes da Agabê, assim como um pouco de sua sala de impressão.

5º Preparação dos insumos

Nesta etapa ocorre a preparação do material usado na estampa. É feito o registro das matrizes para que o encaixe seja perfeito, as cores são matizadas / misturadas, os rodos preparados, etc…

6º Impressão

É nesta hora que a mágica ocorre: sua arte desenhada em computador se transforma em algo real, estampado sobre uma roupa.

7º Secagem e cura das tintas

A pré secagem de estampas geralmente é feita com sopradores térmicos e flash cure. Tintas à base d’água curam a temperatura ambiente, já plastisois precisam de uma cura em estufas.

8º Limpeza dos equipamentos.

Por fim, são limpas as matrizes e racletes para que estejam em perfeito estado na próxima utilização.

Screen Century | 2011-2018 © All Rights Reserved

made by Screen Century